Soluções para a falta de dinheiro
Faça orçamento das despesas de modo que você possa ter dinheiro para pagar pelo que é necessário
Redação CPIMW
02 de Outubro de 2020

George Samuel Glason viveu na segunda metade do século 19. Ele fundou uma editora com seu nome, publicou o livro “O Homem Mais Rico Da Babilônia”, fruto de uma série de textos sobre economia e sucesso financeiro usando a Babilônia antiga como pano de fundo para ilustrar suas histórias. O livro se tornou um sucesso editorial. Apresento aqui sete propostas de Clason que valem para qualquer pessoa em qualquer tempo:

Faça o seu dinheiro crescer. Como? Gastando menos do que você ganha! Essa é uma medida nem sempre considerada quando ouvimos a afirmação de Clason. Pensamos que o primeiro passo para crescer deve ser ganhar um aumento ou aplicar para ganhar juros. A resposta é um sonoro, Não! “Se você tem 10 moedas, use apenas 9 delas”, diz ele. Planeje viver sempre com menos do que você ganha. Isso significa ter um estilo de vida com um padrão abaixo do que você realmente pode.

Controle seus gastos. Se você colocar uma nota de cinquenta reais no bolso pela manhã é provável que no final do dia você tenha apenas alguns trocados. Responda: você saberá dizer aonde gastou parte do dinheiro? Possivelmente sua resposta seja não. Normalmente não consideramos pequenos gastos como pagar um cafezinho para um amigo. Quanto custou a bala que compramos no semáforo? E o lanche que comemos? Alguém disse: “aquilo que não se mede, não se controla”. Um exemplo disso é o nosso próprio peso, se não sabemos quanto pesamos, não saberemos dizer o quanto engordamos ou emagrecemos.

Faça o orçamento de suas despesas de modo que possa ter dinheiro para pagar pelo que é necessário, pelos prazeres e para satisfazer seus mais valiosos desejos sem despender mais do que 90% de seus ganhos.

Multiplique seus rendimentos. Ponha cada recurso para trabalhar de modo que possa render e trazer-lhe lucro (juro). Já ouvi pessoas dizerem que não guardam seu dinheiro na poupança porque não rende “nada”. É possível que a poupança não renda tudo que gostaríamos que ela rendesse. Contudo, o dinheiro guardado em casa é que não rende nada. Hoje há ofertas de papeis em banco que podem lhe ajudar a fazer uma reserva para contingencias ou mesmo para um lazer futuro com sua família.

Proteja seu tesouro contra a perda. Se inteire das várias possibilidades do mercado financeiro e invista o principal com segurança, não se arrisque. Você pode precisar dele para uma contingência. Invista somente uma parte pequena em investimentos de risco. Consulte pessoas que lidam com dinheiro para orientar você como fazer isso. Você precisa descobrir seu perfil de investidor. Proteja-se contra investimentos de alto risco.

Faça do seu lar um investimento lucrativo. Gosto muito dessa declaração de Clason. Nosso lar é o principal lugar de investimento. Sonhe e trabalhe para conquistar sua casa própria. Invista em sua família, nos estudos de seus filhos, na sua esposa e no seu crescimento pessoal. Ninguém perde quando investe no seu maior patrimônio. Seu lar é seu investimento mais lucrativo!

Assegure uma renda para o futuro. Não subestime o INSS, pouquíssimos países no mundo têm uma previdência como a nossa. Na aposentadoria seu ganho será menor que agora com a vida profissional ativa. Então a hora de garantir o futuro é investir nele agora. Se possível faça uma previdência privada, ou algum investimento próprio com os seus recursos hoje.

Aumente sua capacidade para ganhar. Pague suas dividas com toda a pontualidade possível, não adquira nada que não tenha condições de saldar no vencimento. Cuide de sua família de modo que esta possa pensar e falar bem de você. Divida com seus filhos os seus bens ainda em vida. Diga a eles o que você espera deles antes de partir. Cultive suas aptidões, estude e some conhecimento.
 
Pastor Luiz Carlos Leite
Secretário geral de Finanças

Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato pelo e-mail redacao@cpimw.com.br.
O Voz Wesleyana é o órgão oficial da Igreja Metodista Wesleyana.
Sede da redação: Rua Venância, 17, Xerém, Duque de Caxias, RJ.
© Todos os direitos reservados. 2020