Bispo Jamir | Vencendo a crise da alma


(Foto: iStock/Getty Images)

A alma, a psique humana, nem sempre é perfeitamente estável. O que frequentemente observamos é que ela oscila, vacila e manca muitas vezes. Nossas emoções, na verdade, não são muito confiáveis. Vemos isto acontecer em nossa própria existência, quando variamos do sentimento de triunfo ao sentimento de medo, dúvida, angústia ou aflição. Com certeza pelo que estamos vivendo hoje, existem muitas pessoas que estão com a alma atribulada. Gente atemorizada, deprimida, gente sufocada, gente angustiada. Daí perguntamos: como libertar-se de situações emocionais deprimentes? Como escapar a uma cova sem fundo, um abismo escuro? O salmo 42 é escrito por um homem que está vivendo a crise da alma. Ele tem muitas lições a nos ensinar. Vejamos:

O QUE LEVA UMA ALMA PARA A CRISE?

1. Os desertos da vida (vs.1) Provavelmente o salmista estava na região do deserto da Judeia, região cáustica e pedregosa. Quais são os desertos que podemos enfrentar? Deserto da solidão, o financeiro, o conjugal, o da enfermidade e outros.

2. Dar ouvidos aos críticos da fé (vs.3 e vs.10) – “O teu Deus, onde está”. Muitos nessa hora querem criticar nossa fé.

3. Diminuir o ritmo na caminhada da fé (vs.4) Ele ia ao templo e se alegrava. Mas tudo mudou. Aos poucos os problemas foram o afastando de Deus. Cuidado!

4. A ansiedade (vs.5 e 11) “Espera em Deus” – Há momentos em que sua alma luta contra esta espera.

5. Uma visão fatalista da vida (vs.7) O Jordão nasce em uma gruta, e à medida que vai descendo, há uma escada natural enorme, um “abismo chama outro abismo”. A palavra hebraica aqui para abismo é a mesma usada em Gênesis 1.2: caos- Um caos, outro caos, uma depressão, outra depressão; um choro, outro choro.

6. A intensificação dos problemas (vs.7) Os muitos problemas ao mesmo tempo. (Casamento, saúde, vida financeira, trabalho etc.).

7. Uma visão incoerente de Deus (vs.9) Ele está dizendo que Deus o abandonou. (Is 44.21 e 49.15).

8. A falta de respostas diante das lutas (vs.9). Parece que Deus não o respondia. 

O QUE ACONTECE QUANDO A ALMA ESTÁ EM CRISE?

1. Choro contínuo (vs.3) - “As minhas lágrimas”. Quando a nossa alma está em crise passamos a viver de choro.

2. Insônia (vs.3) - “dia e noite”. Quando a nossa alma está em crise podemos perder o sono. A crise da alma agita a mente, perturba o espírito e transforma a noite num fantasma aterrador.

3. Falta de Apetite (vs.3) - “As minhas lágrimas têm sido o meu alimento”. Uma pessoa com crise na alma perde o apetite e sente náuseas ao olhar para a comida.

4. Falta de vontade de louvar a Deus (vs.4) Na hora que a coisa dói na carne. A nossa teologia vai para os ares. E aí, quando chega à hora do louvor, parece que nós nos sentimos alheios e estranhos ao povo de Deus; não conseguimos entender como as pessoas cantam ou celebram. Celebrar o que? 

5. Depressão (vs.5 e 10, 11) - “Por que está abatida” - A depressão atinge o humor da pessoa, o apetite, sono. Traz um sentimento de desvalia, culpa desamparo, diminuição no desempenho sexual, dificuldade de concentração, pensamentos recorrentes a morte etc.

6. Instabilidade emocional (vs.8 e 9) - Há momentos que ele acredita no cuidado de Deus e outros não.

O QUE FAZER PARA VENCER A CRISE DA ALMA?

1. Abra o seu coração a Deus (vs. 9)
- “Vinde a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei” (Mt 11.28).

2. Questione a sua alma (vs.3 e 11) Você não tem direito de ficar abatido. Você se esqueceu de quem é você? Lembre-se de você foi predestinado para vencer. Jesus te criou para o podium. Seu sobrenome é triunfo. Na cruz do calvário, Jesus te declarou mais do que vencedor.

3. Espere em Deus (vs.5 e 11) 1º) - Nunca deixe de acreditar no Deus dos Impossíveis- (Rm 4.20 e 21). 2º) - Descanse na Providência divina - Mateus 14.22-33. 3º) - Confie que Deus tem tudo sob controle- Gn 50.20.

4. Louve apesar das circunstâncias (vs.5 e 11) – O louvor liberta. (Paulo e Silas na prisão).

5. Não se entregue ao sofrimento (vs.1 e 2) - Há momentos de depressão, mas agora ele luta. Ele quer estar na presença de Deus. Ele acredita que Deus é o Deus da restituição.

6. Traga a sua mente os bons momentos do passado (vs.4) Lembre-se das vitórias do passado. Lembre-se dos momentos de triunfo e não de derrota.

Talvez você esteja hoje com sua alma em crise pelos desertos da vida, por dar ouvidos à crítica, parou sua caminhada, anda ansioso, com uma visão fatalista do mundo, muitos problemas uma visão errada de Deus, por isso você tem chorado muito, dormido pouco, sem fome, sem vontade de louvar a Deus, deprimido, sem esperança e com seu emocional abalado, eu te convido a abrir seu coração a Deus, questionar sua alma, esperar em Deus, louvá-lo apesar de tudo, não se entregar ao sofrimento e trazer à sua memória os bons momentos do passado. O nosso Deus não mudou, Ele é o mesmo ontem, hoje e será para todo sempre.

Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato pelo e-mail redacao@cpimw.com.br.
O Voz Wesleyana é o órgão oficial da Igreja Metodista Wesleyana.
Sede da redação: Rua Venância, 17, Xerém, Duque de Caxias, RJ.
© Todos os direitos reservados. 2020