Máscaras caseiras: veja quais são os cuidados necessários
A recomendação é que todos usem se forem sair. Veja como fazer a sua e saiba a forma correta de higienizá-la
Luana Marino
13 de Abril de 2020

Há vários tutoriais no YouTube ensinando a confeccionar máscaras caseiras, com ou sem máquina de costura (Foto: Reprodução/Carol Vilalta)

Em tempos da pandemia causada pelo novo coronavírus, achar máscaras de proteção em farmácias tornou-se raríssimo nos dias atuais, ainda mais depois da recomendação do Ministério da Saúde, de que toda a população use o item sempre que for sair.

A saída, proposta pelo próprio Ministério, é que as pessoas confeccionem sua própria máscara de forma artesanal, mas é preciso ter alguns cuidados para que o acessório seja eficaz no combate à propagação do Covid-19.

O Ministério da Saúde publicou em seu portal oficial um artigo tirando dúvidas sobre a confecção de máscaras caseiras. O mais importante é fazer sua máscara com duas camadas de pano, ou seja, dupla face. Isso aumenta a eficiência dela enquanto barreira de proteção.

Outro ponto de extrema importância: as máscaras são individuais. Portanto, não divida a sua com mais ninguém, por mais próxima que seja essa pessoa (marido ou mesmo filhos).

O Ministério explica que as máscaras podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que feitas do tamanho certo do seu rosto e sejam higienizadas corretamente. “O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais”, diz o texto.

É importante frisar que, mesmo sendo essas máscaras laváveis, a recomendação é que elas sejam trocadas a cada duas horas, no máximo (isso é necessário porque a máscara vai ficando úmida com o passar do tempo, por causa da nossa respiração, e com isso perde o seu poder de filtro).

Abaixo, veja as orientações do Ministério da Saúde na íntegra.

- Em primeiro lugar, é preciso dizer que a máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc. Então se a sua família é grande, saiba que cada um tem que ter a sua máscara, ou máscaras;

- A máscara pode ser usada até ficar úmida. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;

- Mas atenção: a máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face;

- Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;

- Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;

- Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de 30 minutos;

- Para cumprir essa missão de proteção contra o coronavírus, serve qualquer pedaço de tecido, vale desmanchar aquela camisa velha, calça antiga, cueca, cortina, o que for.

Os links abaixo trazem alguns tutoriais de máscara caseira. Lembre-se: não é o vírus que circula, e sim pessoas, portanto, se puder, respeite a quarentena e fique em casa; se precisar sair, use sempre a sua máscara.

 


Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato pelo e-mail redacao@cpimw.com.br.
O Voz Wesleyana é o órgão oficial da Igreja Metodista Wesleyana.
Sede da redação: Rua Venância, 17, Xerém, Duque de Caxias, RJ.
© Todos os direitos reservados. 2020