Obadias
A vida de Obadias era serviço ao único Deus
Redação CPIMW
02 de Março de 2020

"Cada um exerça o dom que recebeu para servir os outros, administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas" (1 Pe 4.10)

Leitura bíblica: 1 Reis 18.1-15

Servir ao Senhor Deus é uma das características de quem vive com Jesus Cristo. Ao falar sobre o serviço ao próximo, o próprio Jesus disse: “Digo-lhes a verdade: o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram” (Mt 25.40). Portanto, servimos àquele que nos serviu primeiro, ao morrer em nosso lugar na cruz para que possamos ter um relacionamento com Deus. Servir não se resume a momentos pontuais. É necessário um coração servo; Há, inclusive, um ditado: “Quem não vive para servir, não serve para viver”.

Porém, na sua vida, servir ao Senhor acontece de forma tão natural assim? Diante de situações de nosso dia a dia, o coração pode ser facilmente tomado de uma angústia muito grande. Se encararmos o serviço apenas como lei (tenho de servir!), entramos em desespero. Passaremos o dia contando as oportunidades que deixamos escapar (oportunidade de falar do amor de Deus, de ajudar alguém etc.). Mas se encararmos o serviço como um privilégio (posso servir!), e não como obrigação, seremos servos do Senhor que servem o tempo todo. Quer um exemplo?

Na leitura de hoje vemos a história de Obadias (o nome significa “servo do Senhor”). Ele era o responsável pelo palácio do rei Acabe, um soberano idólatra, que junto com Jezabel, sua esposa, queria exterminar os servos de Deus. É possível servir ao Senhor nesse local? Sim! A vida de Obadias era serviço ao único Deus, mesmo em meio à idolatria. Ele escondeu cem profetas do Senhor e sustentou-os com comida e água, que eram raras no país devido à seca de três anos. Ele colocou a vida dos profetas de Deus acima de seu próprio bem estar, pois poderia morrer se fosse descoberto.

Obadias serviu onde Deus o colocou. Sirva a Deus com sua vida onde o Senhor colocar você hoje. Ele quer usá-lo para uma grande obra ali!

Alison Diogo Heinz, extraído do livro “Devocional Wesleyano”

Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato pelo e-mail redacao@cpimw.com.br.
O Voz Wesleyana é o órgão oficial da Igreja Metodista Wesleyana.
Sede da redação: Rua Venância, 17, Xerém, Duque de Caxias, RJ.
© Todos os direitos reservados. 2020