Missionária vence covid em meio à tratamento contra câncer
Foram 28 dias intubada. Médicos já não tinham esperanças
Redação CPIMW
31 de Maio de 2021

Uma injeção de ânimo em muitas pessoas que lutam contra a covid-19 ou tem um familiar em estado grave, internado. Fabrícia Spreafico, esposa do aspirante a pastor Claudemir Spreafico, de Jaci-Paraná, em Rondônia, venceu a doença mesmo em meio a um tratamento de câncer, conforme relata o esposo.

A saga de Fabrícia começou no início de 2019, quando iniciou um tratamento para câncer de mama no Hospital do Amor da Amazônia, em Porto Velho. Quatro meses após a primeira quimioterapia, descobriu que o câncer havia se alastrado pelo pulmão e também para os ossos.

Com a saúde fragilizada, em março deste ano, veio o diagnóstico da covid-19, o que a fez retornar ao hospital. Fabrícia ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por 28 dias intubada, mas neste período, acabou contraindo pneumonia.

O aspirante Claudemir conta que as notícias nunca eram boas. Parecia que não tinha chance. “Os médicos a todo tempo não nos davam nenhuma esperança, Sempre dizendo a real, a verdade. Olha, ela continua aqui com a gente, mas o estado dela é grave, gravíssimo.”

Claudemir ainda relata que mesmo com essa situação, para Deus nada é impossível. “A gente se apegou a esse Deus tão lindo, tão maravilhoso que nós servimos. Começamos então a intensificar as nossas orações, nossos pedidos, para que o Senhor poupasse a vida dela e devolvesse ela para nós. E foi exatamente o que aconteceu.”

Mesmo com todas as circunstâncias apontando para um desfecho ruim, aos 36 anos, a missionária contrariou a tudo e a todos. Fabrícia ainda não consegue andar e terá de tratar as sequelas deixadas pela covid-19 e continuar o tratamento do câncer.

“Passei pelo vale da sombra da morte. Os médicos não tinham mais esperanças, mas Deus me trouxe de volta, pois estava desenganada. Quem me viu e quem me vê, vai ter que entender que Deus é o Deus do impossível”, diz Fabrícia.

Parentes e amigos fizeram uma homenagem quando a missionária voltou para casa. Após um mês de angústia para todos da família, deixou o hospital e a covid para trás.

 

WTV

Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato pelo e-mail redacao@cpimw.com.br.
O Voz Wesleyana é o órgão oficial da Igreja Metodista Wesleyana.
Sede da redação: Rua Venância, 17, Xerém, Duque de Caxias, RJ.
© Todos os direitos reservados. 2020