Reajuste de 2020 de planos de saúde será pago a partir de janeiro
Valores foram suspensos por conta da pandemia, mas terão de ser pagos agora, independentemente de cancelamento do plano
Redação CPIMW
08 de Janeiro de 2021

(Foto: iStock)

Atenção, beneficiários de planos de saúde. Os reajustes de valores para 2020, que foram suspensos por conta da pandemia da covid-19, serão cobrados pelas empresas a partir deste mês. O pagamento terá de ser feito, independentemente de o cliente cancelar o plano logo no início de 2021.

O valor do reajuste será parcelado em até 12 vezes e cobrado diretamente no boleto bancário de cada cliente. Quem quiser quitar a dívida em um número menor de parcelas, terá de solicitar ao plano.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou reajuste de até 8,14% para os planos individuais ou familiares contratados a partir de janeiro de 1999, ou adaptados à Lei nº 9.656/98. O índice é válido para o período entre maio de 2020 e abril de 2021.

Para os demais, foram definidos índices máximos a serem aplicados a partir de 2021: Amil: 8,56%; Bradesco: 9,26%; Sulamérica: 9,26%; Itauseg: 9,26%.

A cobrança é válida para beneficiários com planos individuais novos ou adaptados, empresariais com até 29 vidas e coletivos por adesão que tiveram o reajuste anual suspenso entre setembro e dezembro de 2020.

Usuários que mudaram de faixa etária em 2020 e não tiveram o novo valor cobrado no período também pagarão o valor que deixou de ser repassado.

Ficam de fora contratos antigos — não adaptados à Lei nº 9.656/98 — e planos coletivos empresariais que já tivessem negociado reajuste até o fim de agosto ou em que a própria empresa preferiu não ter o reajuste suspenso. Planos em pós-pagamento e odontológicos também não entram na medida.

Caso o usuário decida cancelar ou alterar a categoria do plano de saúde para outra mais em conta, as cobranças de reajustes referentes a 2020 continuarão valendo. A empresa, porém, está proibida de fazer a cobrança dos valores à vista.

(Fonte: G1)

 

Dúvidas, sugestões e reclamações, entre em contato pelo e-mail redacao@cpimw.com.br.
O Voz Wesleyana é o órgão oficial da Igreja Metodista Wesleyana.
Sede da redação: Rua Venância, 17, Xerém, Duque de Caxias, RJ.
Secretário Geral de Educação Cristã Rev. Agnaldo Valadares - Redator Rev. Renato Neves
© Todos os direitos reservados. 2022